VEXAME: Ibope e Datafolha erram em projeções dos resultados das eleições no segundo turno

0
125

As projeções dos institutos de pesquisa não foram tão certeiras no segundo turno das eleições. Em alguns casos erraram além da margem de erro, como em Fortaleza, por exemplo.

E houve erro até em apontar que seria o vitorioso, como no caso de Porto Alegre. Veja abaixo:

No Rio de Janeiro, tanto o Ibope quanto o Datafolha apontaram 68% dos votos para Eduardo Paes e 32% para Marcelo Crivella.

Após 97% dos votos apurados, as urnas mostraram Paes com 64% e Crivella 35%

Em São Paulo, Ibope apontou Covas com 57%, Boulos com 43%, enquanto o Datafolha projetou 55% para Covas contra 45% para Boulos.

Com 96% dos votos apurados, Covas tem 59% e Boulos 40%.

Em Recife, resultados das pesquisas Ibope e Datafolha deram 50% dos votos para João Campos e Marilia Arraes.

Ao final da apuração, João Campos foi eleito com 56,27% dos votos contra 43,73% para Marilia Arraes.

Em Vitória, no Espírito Santo, a última pesquisa Ibope projetou 50% dos votos para os candidatos Delegado Pazolini e João Coser, empatados. O resultado final das urnas na capital do capixaba elegeu Pazolini com 58,5% dos votos, contra 41,5% de Coser.

Na cidade de Porto Alegre, o maior erro, o Ibope apontou vitória de Manuela D’ávila com 51% dos votos contra 49% de Sebastião Melo, mas os resultados das urnas mostraram o contrário.

Sebastião Melo foi eleito prefeito da capital gaúcha com mais de 54% dos votos contra 45% dos votos para Manuela.

Na capital cearense, o Ibope apontou na véspera das eleições 61% dos votos para José Sarto e 39% para o Capitão Wagner.

Sarto até venceu as eleições em Fortaleza, mas não com a margem do resultado da pesquisa do Ibope. O candidato eleito recebeu pouco mais de 51% dos votos contra 48% do seu adversário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui