Sétima parcela do auxílio emergencial começa a ser paga amanhã

0
136

A sétima parcela do auxílio emergencial de R$ 300 (R$ 600 para mães chefes de família) começa a ser paga na segunda-feira (19) para 16,3 milhões de beneficiários do Bolsa Família.

O calendário de pagamentos segue a ordem do dígito final do número do NIS, habitual do programa, sempre nos dez últimos dias úteis do mês.

Na segunda, recebem 1,6 milhão de beneficiários com NIS de final 1 e assim por diante (veja calendário completo abaixo) até 30 de outubro.

Os cadastrados no programa via Cadastro Único, aplicativo e pelo site do auxílio emergencial, estão recebendo a sexta parcela e vão receber as demais do auxílio emergencial e extensão de R$ 300 de acordo com calendário dos Ciclos criado pelo Ministério da Cidadania. (veja calendários completos aqui)

Calendário da sétima parcela do auxílio emergencial para quem tem Bolsa Família

Data de pagamento Quem recebe
19 de outubro Beneficiários com NIS de final 1
20 de outubro Beneficiários com NIS de final 2
21 de outubro Beneficiários com NIS de final 3
22 de outubro Beneficiários com NIS de final 4
23 de outubro Beneficiários com NIS de final 5
26 de outubro Beneficiários com NIS de final 6
27 de outubro Beneficiários com NIS de final 7
28 de outubro Beneficiários com NIS de final 8
29 de outubro Beneficiários com NIS de final 9
30 de outubro Beneficiários com NIS de final 0

Confira quantas parcelas do auxílio emergencial extensão você vai receber

  • Quem recebeu a primeira parcela em abril terá direito a mais quatro parcelas
  • Quem teve o auxílio aprovado em maio vai receber mais três parcelas
  • Quem recebeu a primeira parcela em junho ganha mais duas parcelas
  • Quem recebeu a primeira parcela em julho vai receber só mais uma parcela
  • Quem pertence ao programa Bolsa Família vai receber todas as quatro parcelas residuais de R$ 300

O Ministério da Cidadania divulgou o calendário da extensão do auxílio emergencial de R$ 300 (R$ 600 para mães chefes de família) para os beneficiários que não estão no programa Bolsa Família e definiu todas as datas para o pagamento do benefício até dezembro.

O governo manteve o sistema de pagamentos e saques por ciclos e por mês de nascimentos dos beneficiários, mas alterou os ciclos 3 e 4 e criou os ciclos 5 e 6 (veja calendários completos clicando aqui). O calendário de depósitos vai até 29 de dezembro e o de saques e transferências vai até 27 de janeiro de 2021.

Outra mudança é que nem todos os beneficiários considerados elegíveis nas cinco primeiras parcelas vão receber todas as parcelas do auxílio residual: 27 milhões de pessoas vão receber alguma das quatro parcelas da ajuda de R$ 300 ou R$ 600.

Os novos critérios foram definidos pelo governo e publicados na Medida Provisória publicada em 2 de setembro e endureceram as regras para as novas parcelas do auxílio.

Valor Investe

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui