Retroescavadeiras abrem sepulturas extras em cemitérios de SP

0
131

Cerca de 13 retroescavadeiras começaram a trabalhar na abertura de sepulturas extras neste sábado (18) no cemitério da Vila Formosa, na Zona Leste de São Paulo, segundo o Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias no Município de São Paulo (Sindsep), que representa os trabalhadores do Serviço Funerário Municipal. A ação também foi registrada por câmeras aéreas no Cemitério do Jardim São Luiz, na Zona Sul.

De acordo com o Sindsep, os cemitérios públicos de SP trabalhavam anteriormente com o auxílio de apenas quatro máquinas, que eram usadas em todos os cemitérios. Mas neste sábado recebeu um lote extra de veículos, a fim de atender o aumento da demanda de sepultamentos após a pandemia de coronavírus na capital paulista.

O sindicato afirma que ao menos 300 covas foram abertas neste sábado por essas máquinas durante o sábado.

Funcionários do Jardim São Luiz afirmam que não faltam equipamentos de proteção para os funcionários e que todo sepultamento de casos confirmados ou suspeitos de Covid-19 são feitos com proteção e sem velório.

Avanço da pandemia do novo coronavírus pressiona o sistema de saúde do país

Avanço da pandemia do novo coronavírus pressiona o sistema de saúde do país

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria das Subprefeituras, informou, por meio de nota, que a ação no cemitério de Vila Formosa faz parte do “Plano de Contingência do Serviço Funerário, que será detalhado nos próximos dias”.

Na quarta-feira (15), o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, assinou um decreto criando o Comitê Intersecretarial de Contingência Funerária, que vai administrar o chamado “Plano de Contingência do Serviço Funerário” da cidade durante a pandemia do coronavírus.

Segundo o prefeito, a criação do grupo é uma medida emergencial que serve para planejar, propor, acompanhar e articular as ações relativas aos procedimentos preparatórios para realização dos funerais decorrentes de óbitos pela Covid-19 na cidade.

Sepulturas abertas nesta sábado (18) no cemitério da Vila Formosa, Zona Leste de São Paulo. — Foto: Divulgação/Sindsep

Sepulturas abertas nesta sábado (18) no cemitério da Vila Formosa, Zona Leste de São Paulo. — Foto: Divulgação/Sindsep

“Vamos fazer tudo o que for possível para que não termos em São Paulo as cenas lamentáveis que vimos pelo mundo. Do Equador a Nova York, a questão do enterro dos mortos vítimas desta pandemia tem sido um desafio. Queremos estar preparados e organizados para minimizar a dor das famílias e garantir, dentro das limitações que o momento impõe, que as pessoas possam ter um sepultamento digno e organizado”, afirmou o prefeito.

O comitê é composto por membros das secretarias municipais de Governo, Segurança Urbana, Saúde, Justiça e das Subprefeituras, que atualmente é responsável pelo Serviço Funerário da capital paulista.

Retroesvadeiras trabalham na abertura de sepulturas no cemitério da Vila Formosa, Zona Leste de São Paulo. — Foto: Divulgação/Sindsep

Retroesvadeiras trabalham na abertura de sepulturas no cemitério da Vila Formosa, Zona Leste de São Paulo. — Foto: Divulgação/Sindsep

“A intenção é que cada pasta passe a colaborar com o Serviço Funerário Municipal, facilitando as decisões, além de garantir mais agilidade aos processos e organizar toda a sua estrutura”, afirmou um comunicado emitido pela Prefeitura de São Paulo.

Cemitério São Luiz

Para alertar e incentivar as pessoas a ficarem em casa, o cineasta João Wainer fez um vídeo que viralizou nas redes sociais, mostrando a situação no Cemitério São Luiz, na Zona Sul de São Paulo, onde várias sepulturas também foram abertas para atender óbitos pela Covid-19.

As imagens do vídeo foram feitas com drone na quarta-feira (15) e a narração do vídeo ficou por conta de um morador do bairro, o rapper Cocão.

“Proteja a sua vida. Cuide dos seus. Evite ao máximo sair de casa. Proteja-se, proteja-se”, afirma o narrador. (veja vídeo abaixo)

Cineasta alerta para que as pessoas fiquem em casa

Cineasta alerta para que as pessoas fiquem em casa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui