Record demite quatro jornalistas acusadas de racismo em Brasília

0
388

Quatro jornalistas da Record em Brasília foram demitidas da emissora nesta segunda-feira (09), após o blog “Mundo Negro” divulgar conversas com cunho considerado racista de um grupo de WhatsApp no qual as profissionais faziam parte.

As jornalistas faziam parte de um grupo no WhatsApp chamado “Resistência” e trocavam mensagem fazendo comentários maldosos sobre a aparência de colegas negros da redação. Num dos textos, uma das repórteres chega a comparar os lábios da vítima com ânus e outra chama uma colega negra de “Patolino”, o pato preto da animação “Looney Tunes”.

As quatro foram demitidas nesta segunda-feira após a polêmica se tornar pública. Uma delas, segundo colegas, não fazia comentários na troca de mensagens mas acabou sendo demitida por integrar o grupo. De acordo com a apuração da Coluna, o clima na redação ficou tenso após as demissões, e o assunto se tornou o mais falado entre colegas jornalista.

Fonte: Uol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui