Natal registra mais de 1,5 mil casos de arboviroses no primeiro trimestre

0
104

Natal teve 1580 casos de arboviroses no primeiro trimestre de 2020, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A informação está no último boletim entoepidemiológico da pasta.

Segundo a SMS, foram 1285 notificações de dengue, o que corresponde a 280 casos a mais do que os registrados no mesmo período ano passado. Além da dengue, outras arboviroses apresentam números crescentes na capital, como a Chikungunya, que contabilizou 278 casos, e a Zika, com 17 casos confirmados.

A Secretaria afirma que os bairros do Planalto, Felipe Camarão e Lagoa Azul são áreas com maior incidência desses casos. “Definimos que vamos manter os trabalhos em áreas de alto risco. E o serviço do UBV (carro fumacê), seja na forma portátil ou pesada, vai ser utilizado nessas áreas”, diz Alessandre Medeiros Tavares, coordenador do Centro de Controle de Zoonoses de Natal (CCZ-NATAL)

Por causa da pandemia de Covid-19, somente os serviços de visitas domiciliares realizados pela equipes estão suspensas. “Vamos fazer apenas o tratamento da parte externa das residências, e vamos estar realizando também a contagem dos imóveis e atualizando o nosso reconhecimento geográfico”, explica Tavares.

O Centro de Zoonoses alerta para que a população ajude no combate ao mosquito aedes aegypti, mantendo os ambientes limpo e evitando o acúmulo de água parada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui