Natal registra longas filas e aglomerações em atendimento para seguro-desemprego no Sine-RN

0
310

Natal voltou a registrar longas filas e aglomerações na manhã desta terça-feira (12). Na sede do Sistema Nacional de Emprego no RN (Sine), dezenas de trabalhadores que aguardam atendimento para dar entrada no seguro-desemprego permanecem expostos ao risco de contaminação pelo novo coronavírus.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) orienta que a aglomeração deve ser evitada como forma de tentar conter o avanço da Covid-19. Desde 22 de abril quando o Sine Matriz reabriu o atendimento exclusivo para o seguro-desemprego, no bairro Candelária, Zona Sul de Natal, duas filas se formam diariamente: uma para agendamento e outra para dar entrada no benefício.

Fila no Sine Matriz em Candelária — Foto: Luiz Gustavo Ribeiro/Inter TV Cabugi

Fila no Sine Matriz em Candelária — Foto: Luiz Gustavo Ribeiro/Inter TV Cabugi

“Eu acho que o Sine deveria fazer algo para a gente não precisar vir aqui duas vezes. Nós temos que vir aqui agendar e depois vir de novo para dar a entrada no seguro-desemprego. Poderia ser feito tudo de uma vez porque aqui não tem segurança, não tem banheiro perto, não tem bebedouro, ou seja, nenhum suporte para a população que está nessas filas”, desabafa Magno Emir, desempregado há um mês.

Segundo a direção do serviço, a ideia inicial era que não houvesse agendamento presencial, mas a medida precisou ser adotada devido a alta demanda. O Sine não possui uma central de atendimento e disponibiliza duas linhas telefônica, por isso a maioria das pessoas não consegue contato por telefone.

Dos 15 postos do Sine no Rio Grande do Norte, apenas a matriz está recebendo demandas. As outras 14 unidades funcionavam dentro das Centrais do Cidadão, que estão fechadas para evitar aglomerações em cumprimento ao decreto estadual de prevenção ao coronavírus.

Filas de pessoas que esperavam regularização de documentos — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

Filas de pessoas que esperavam regularização de documentos — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

A busca pela regularização de documentos também gerou aglomerações no Instituto de Identificação da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed). As pessoas que tiveram dificuldades nos saques do Auxilio Emergencial ou do FGTS aguardavam atendimento na unidade, no bairro da Ribeira, nesta terça-feira (12).

G1 RN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui