Município de Caicó garante que se Câmara Municipal não aprovar suplementação orçamentária vários serviços e salários serão com prometidos

0
123

O Município de Caicó tem um limite que pode remanejar em seu orçamento. Até então todos os gestores trabalhavam com 30% de remanejamento, porem esse ano a Câmara Municipal diminuiu esse percentual pra 3%.

Assim que assumiu a Secretaria de Finanças, Pedro Jorge chegou a solicitar que o limite fosse aumentado pra 15%, foi colocado em votação e após uma intensa discussão ficou em 3,5%.

“Com o compromisso que o que precisasse ser remanejado, a gente enviava para Câmara e eles analisavam e colocavam em votação. Resultado, faz mais de 30 dias que mandamos solicitando essa suplementação orçamentária e eles não colocam para votação”, disse o secretário ao Blog do Marcos Dantas.

O Município alega que se essa suplementação orçamentária não for aprovada, vários serviços serão inviabilizados e pode comprometer o pagamento de salários de servidores.

O que pode ser comprometido caso a suplementação não seja aprovada? O Município responde:

Saúde
Folha dos Médicos

Serviços Pessoa Física e jurídica

Insumos

Infraestrutura

Máquinas

Folha pagamento

Assistência Social

Folha de pagamento

INSS

Material Consumo

Urnas funerárias

Agricultura

Máquinas

Folha

Educação

Folha Pagamento Semece

Blog do Marcos Dantas

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui