Jordi Guerrero também testa positivo para Covid e desfalca o Flamengo; Dome ainda será avaliado

0
116

Jordi Guerrero é o mais novo funcionário do Flamengo diagnosticado com coronavírus. O clube recebeu neste sábado o resultado dos exames realizados para o jogo de domingo, contra o Athletico, e o auxiliar técnico que comandou a equipe nos dois últimos jogos (contra Palmeiras e Independiente del Valle) acusou positivo.

O auxiliar de 52 anos, portanto, foi liberado da atividade realizada na manhã deste sábado, no Ninho do Urubu, e está em casa de repouso. A informação foi divulgada inicialmente pela jornalista Raisa Simplicio e confirmada pelo ge.

Ainda não há a confirmação sobre quem vai comandar o Flamengo neste domingo, no Maracanã. Há 11 dias de quarentena, Domènec Torrent já pode voltar de acordo com o protocolo de segurança da competição, mas ainda depende da avaliação do médico Márcio Tannure. O treinador de 58 anos de idade apresenta cansaço e tontura.

Caso Dome não seja liberado pelo departamento médico rubro-negro, a tendência é de que Jordi Gris, analista de desempenho, comande o Flamengo contra o Athletico.

Jordi Guerrero se torna mais uma vítima do surto de coronavírus que acometeu o Flamengo nos últimos dias. Do elenco principal, por exemplo, os únicos jogadores que ainda não foram infectados são o volante Thiago Maia e os atacantes Pedro e Pedro Rocha.

Recuperados treinam normalmente

Por outro lado, o Flamengo ganhou reforços para a partida contra o Furacão. O grupo de 10 jogadores recentemente recuperados do coronavírus treinou sem restrições neste sábado e deve ficar à disposição para o jogo de domingo. São eles: Everton Ribeiro, Rodrigo Caio, Léo Pereira, Gustavo Henrique, Thuler, Willian Arão, Renê, Gabriel Batista, Pepê e Gomes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui