JBS paga resgate milionário a hackers para recuperar sistemas

0
72

Fábrica da JBS nos Estados Unidos. Chet Strange For The Washington Post/Getty Images

A JBS pagou 11 milhões de dólares de resgate aos cibercrimonosos que sequestraram seus sistemas, há cerca de duas semanas, e paralisaram uma série de fábricas da empresa na Austrália, Canadá e Estados Unidos. O presidente da empresa nos EUA, André Nogueira, disse ao jornal The Wall Street Journal em reportagem publicada na noite desta quarta-feira, 9, que o pagamento foi feito em bitcoins e que o objetivo foi proteger as fábricas de maiores interrupções e limitar o impacto potencial de suprimento a restaurantes, supermercados e fazendeiros. “Foi muito doloroso pagar aos criminosos, mas fizemos a coisa certa pelos nossos clientes”, disse Nogueira.

Tem sido comum as empresas atacadas por ransomware se sujeitar ao pagamento de resgates porque seus sistemas foram invadidos. Sem o pagamento, elas simplesmente não conseguem mais operar. Há um mês, o maior oleoduto americano foi paralisado por um ataque e também pagou resgate.

Radar Econômico – Veja

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui