Globo pediu perdão da Conmebol para transmitir Copa América, diz site

0
178

A Globo tentou por diversas vezes transmitir a Copa América, que começa no próximo domingo (13). Antes de fazer uma proposta pelos direitos de exibição, que foram adquiridos pelo SBT, a emissora carioca enviou seus principais executivos para o Paraguai e chegou a pedir perdão à Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol). A informação foi divulgada pelo site ‘Notícias da TV’.

De acordo com o portal, o perdão (ou ‘waiver’, literalmente renúncia em inglês) ocorreu porque a Globo está sendo processada pela Conmebol por ter rescindido o contrato dos direitos de transmissão da Copa Libertadores, que agora também é televisionada pelo SBT.

O ‘Notícias da TV’ diz que Jorge Nóbrega, presidente executivo da Globo, Paulo Marinho, neto de Roberto Marinho (1904-2003) e diretor dos canais Globo, e Pedro Garcia, diretor de aquisição de direitos, foram pessoalmente a Luque, no Paraguai, conversar sobre o processo envolvendo os direitos de transmissão da Libertadores.

Além do pedido de perdão, os executivos da Globo queriam comprar a Copa América e adquirir antecipadamente os direitos da Libertadores de 2023 a 2025, que só serão licitados no ano que vem – até 2022, a transmissão será do SBT.

Apesar de a Conmebol ter negado o perdão e mantido a ação judicial, a Globo participou da concorrência pela Copa América, vencida pelo SBT.

A Globo rescindiu os direitos de transmissão da Copa Libertadores com a Conmebol por causa da crise financeira.

A emissora pagava US$ 60 milhões por ano (R$ 301,8 milhões). A Conmebol acionou a Globo em uma câmara de arbitragem na Europa e pede pelo menos US$ 120 milhões (R$ 603,6 milhões) de indenização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui