Gerson acusa Ramirez de injúria racial: ‘Ele falou ‘cala a boca, negro”

0
167

O volante Gerson, do Flamengo, acusou o meia colombiano Ramirez, do Bahia, de injúria racial, em episódio ocorrido na vitória rubro-negra por 4 a 3, neste domingo, no Maracanã, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O fato ocorreu aos 7 minutos do 2º tempo. Em entrevista após a partida, Gerson disse ter ouvido “Cala a boca, negro”, do meia adversário:

– Tenho vários jogos pelo profissional e nunca vim na imprensa falar nada porque nunca tinha sofrido preconceito, nem sido vítima nenhuma vez. O Ramirez, quando tomamos acho que o segundo gol, o Bruno fingiu que ia chutar a bola e ele reclamou com o Bruno.

Eu fui falar com ele e ele falou bem assim para mim: “Cala a boca, negro”. Eu nunca falei nada disso, porque nunca sofri. Mas isso aí eu não aceito.

Na confusão, Gerson também discutiu com Mano Menezes. O volante rubro-negro pediu respeito ao técnico do Bahia:

– O Mano até falou “Ah, agora você é vítima, não é? O Daniel Alves te atropelou e você não falou nada”. Claro, porque teve respeito entre eu e ele. Eu nunca falei de treinador, mas o Mano tem que saber respeitar. Estou vindo falar aqui por mim e por todos os negros do Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui