Ex-volante do Vasco, Coutinho morre após sofrer infarto em Búzios

0
373

Ex-jogador do Vasco, Rafael Coutinho, de 36 anos, morreu neste domingo, após sofrer um infarto em Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio, quando almoçava com a esposa.

A informação foi publicada inicialmente pelo jornalista Wellington Campos e confirmada pelo ge. O ex-volante chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Municipal Dr Rodolpho Perisse, mas não resistiu.

O ex-jogador trabalhava com o empresário Eduardo Uram, que lamentou a morte.

– Estou arrasado. Perdemos um companheiro, um amigo, ele estava comigo a vida inteira como jogador e assistente. Um ser humano maravilhoso, correto e leal. Extremamente dedicado, honesto, bom marido, bom pai de família. Se alguém vai direto para o céu, é ele, sem escala. Uma perda irreparável – disse Uram.

Natural de Macaé, Coutinho foi revelado pelo Vasco e estreou no profissional em 2003. Tornou-se titular absoluto no ano seguinte e chegou a fazer gol no primeiro jogo da final do Carioca de 2004, quando o time perdeu para o Flamengo por 2 a 1. Na segunda partida da decisão, porém, acabou expulso.

Deixou o Vasco no meio de 2005 e passou uma temporada em Portugal, emprestado ao Estrela da Amadora. Voltou a São Januário em julho de 2006, mas não se firmou mais entre os titulares e no ano seguinte saiu do clube em definitivo.

No currículo, Coutinho também tinha passagens por Botafogo, Figueirense, Fortaleza, Portuguesa, Tombense e por último ASA, clube pelo qual se aposentou em 2018. Desde então, vinha trabalhando com Eduardo Uram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui