Buscas por vítimas de naufrágio no Sul do Amapá são retomadas

0
492

As buscas pelas vítimas do naufrágio do navio Anna Karoline 3, no Sul do Amapá, foram retomadas às 6h deste domingo (1). Três pessoas morreram, 40 foram resgatadas e 16 estão desaparecidas, segundo a Corpo de Bombeiros Militar (CBM).

O naufrágio ocorreu na madrugada de sábado (29), próximo à Ilha de Aruãs e à Reserva Extrativista Rio Cajari, no Rio Jari. A região fica a 130 km de Macapá, em uma região de difícil acesso e comunicação – o chamado de socorro foi às 5h, e o helicóptero de resgate do governo do estado só chegou ao local por volta das 14h.

As buscas por sobreviventes haviam sido suspensas por volta das 19h30 do sábado, por conta da dificuldade de visibilidade na região, que é desabitada e não tem acesso terrestre.

As causas do acidente ainda não foram divulgadas. O comandante da embarcação contou à Marinha que um vento forte atingiu a embarcação, e derrubou passageiros na água. Um inquérito foi instaurado para investigar o caso.

A empresa dona do navio, Erlonave, informou que a embarcação estava alugada para um terceiro, e que não sabe as causas do acidente, e que se solidariza com os sobreviventes e os familiares das vítimas.

O Anna Karoline 3 saiu por volta das 18h de sexta-feira (28) de Santana, no Amapá, em direção a Santarém, no Pará. A viagem entre as duas cidades dura em média 36 horas. A previsão de chegada em Santarém era às 6h de domingo (1º).

As buscas são feitas por duas embarcações da Marinha, com apoio de mergulhadores do Corpo de Bombeiros e moradores. A prefeitura de Almeirim (PA) enviou uma balsa com equipe médica, alimentos, mantas e medicamentos para auxiliar no trabalho.

A identidade das vítimas não foi divulgada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui