Atleta italiano finalista olímpico, Donato Sabia morre de coronavírus aos 56 anos

0
209
Olimpiadi di Seoul 1988: Donato Sabia. ANSA

Finalista olímpico em duas edições, o atleta italiano Donato Sabia morreu nesta quarta-feira (8) em decorrência do coronavírus. O ex-competidor do atletismo estava com 56 anos e deixou sua marca nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, 1984, e Seul, 1988, quando terminou a prova dos 800 metros em quinto e sétimo, respectivamente.

Donato Sabia estava internato há alguns dias no Hospital San Carlo, localizado em Potenza, no sul da Itália, sua cidade natal. O ex-atleta faleceu pouco depois de seu pai, que também morreu por consequência do coronavírus, doença que afeta o mundo e devasta a Itália.

Além das finais olímpicas, Sabia fez história conquistando a medalha de ouro no Campeonato Europeu Indoor de 1984, em Gotemburgo, na Suécia. Segundo o Comitê Olímpico Italiano (CONI), Sabia é o primeiro atleta olímpico italiano a morrer por consequência da pandemia de coronavírus.

O ex-corredor chegou a ser homenageado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) com dois diplomas por ter chegado à final de duas Olimpíadas. Após abandonar as pistas, Sabia seguia contribuindo com o atletismo de seu país por intermédio do comitê regional da Federação Italiana de Atletismo (FIDAL) de Basilicata.

Em nota, Giovanni Malagò, presidente do CONI, expressou as condolências aos familiares e amigos de Donato Sabia e afirmou que o mundo do atletismo perdeu um “grande protagonista, um grande homem e um grande campeão”. Sabia ficou em quinto lugar nos 800 metros em Los Angeles 1984, prova que foi vencida pelo brasileiro e campeão olímpico Joaquim Cruz.

Olimpíada Todo Dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui