Além de Wassef, advogada também deixa defesa de Flávio Bolsonaro

0
222

Além do advogado Frederick Wassef, a advogada Nara Nishizawa também deixou a defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). Ela encaminhou esta semana uma petição ao Supremo Tribunal Federal (STF) para informar que renunciaria ao caso.

De perfil discreto, ela se reunia periodicamente com Wassef e participou de toda a estratégia que levou à suspensão da investigação aberta contra o filho do presidente Jair Bolsonaro, sobre o esquema das “rachadinhas” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

No ano passado, após a investida da dupla de advogados, Flávio conseguiu que o presidente do STF, Dias Toffoli, desse o aval para suspender todas as investigações do país que tinham como base dados sigilosos compartilhados pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sem autorização prévia da Justiça.

Segundo a assessoria do senador, tanto os casos na primeira instância como no Supremo serão tocados pelos advogados Rodrigo Roca e Luciana Pires.

Flávio anunciou que Wassef deixaria o caso dias após o ex-assessor dele na Alerj Fabrício Queiroz ser preso em um imóvel que pertence ao advogado em Atibaia, no interior de São Paulo.

Valor Econômico

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui