Polícia tenta reconhecer corpo que pode ser de caicoense morto na Grande Natal

332

A Polícia Civil da Grande Natal, especialmente as delegacias de Macaíba e São Gonçalo do Amarante e DHPP de Natal, investigam a morte de um homem, ocorrida na madrugada da última segunda feira, que está reconhecido em documento como sendo Galdino Vieira de Azevedo Júnior, de 57 anos (foto acima).

“Os colegas da PM se valeram do RG que estava no bolso da vítima. Talvez por isso esteja havendo divergência. A DHPP deve ter analisado com mais cuidado e chamado os familiares que reconhecerão, ou não, o corpo”, disse o delegado de Macaíba ao blog Jair Sampaio.

O caicoense a que trata a matéria e levou seus familiares a Natal para reconhecimento do corpo no Itep, trata-se de Silas Daniel Sales de Medeiros Pereira, hoje estaria com 29 anos, e seria, possivelmente, o corpo que estava na posse da droga e do documento de identidade com o nome de Galdino Vieira de Azevedo Júnior.

À esquerda, foto de Silas com 24 anos, aproximadamente. À direita, corpo encontrado na segunda feira, 19.

Ainda de acordo com o delegado de Macaíba, Dr. Cidorgeton Tonny disse constar três movimentações na área policial na região da Grande Natal que aparece o nome Silas Daniel Sales de Medeiros Pereira.

“Essa ocorrência que me foi passada informalmente, indicando como vítima outra pessoa. Não recebi o material da DHPP, ainda, mas verifico, sem afirmar com concretude, que pode não se tratar da pessoa indicada no RG que estava próximo ao corpo e, verificando suas informações, acredito sim que seja o Silas. No entanto, apenas quando receber o material da DHPP eu poderia afirmar algo. “As 00:10min. Na segunda travessa: José Eduardo dos Santos, Bom Sossego, Vila São José, Macaíba, em via pública, o indivíduo identificado por Galdino Vieira de Azevedo Júnior, 57 anos, foi vítima de vários disparos de arama de fogo, por indivíduos não identificados, e chegou a óbito no local, foi encontrado com o mesmo 50 pedras de crack, 14 trouxinhas de maconha, e 7 reais em dinheiro”, finaliza o delegado.

Relembre: ONG promove campanha para ajudar a ex-goleiro de futsal que sofreu tentativa de homicídio há mais de um ano em Caicó

Mais detalhes no decorrer do dia.

Jair Sampaio