Polícia Civil de Parelhas elucida homicídio

508

A Polícia Civil de Parelhas elucidou o homicídio de João Paulo de Araújo, de 20 anos, que executado a tiros no dia 17 de julho de 2017 em Parelhas.

No momento do crime a vítima estava trabalhando de servente de pedreiro em uma obra, quando duas pessoas em uma moto efetuaram vários disparos de arma de fogo contra o mesmo.

Os mandantes segundo a Polícia foram: Jeferson Henrique Pereira (Boyzão), de 23 anos e Roberto Johson de Medeiros Filho, de 25 anos, ambos chefes de uma organização criminosa atuante em Parelhas.

Um dos executores foi um adolescente de 17 anos. Francisco de Souza Silva (Neguinho de Biá), de 23 anos, segundo a Polícia Civil, prestou auxilio material aos executores dando guarita a eles antes do crime.

Felipe Ícaro da Silva Valentim, 19 anos, foi o responsável por realizar o levantamento do local em que a vítima estaria para que os executores pudessem consumar o delito.

Nicivaldo Fernandes da Silva (Zeca Urubú), instigou a todo momento que o adolescente realizasse a execução.

A motivação para o crime advém do cumprimento de determinação de chefes de organização criminosa. Todos os maiores estão presos no Presídio Pereirão em Caicó e adolescente está no CIAD em Natal.

Blog do Marcos Silva