PF apreende na Paraíba livro raro do Padre Antônio Vieira furtado de biblioteca da UFRJ

124

Um livro raro que havia sido furtado da biblioteca Pedro Calmon, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), foi apreendido no bairro de Itararé, em Campina Grande, na manhã desta terça-feira (11). Ninguém foi preso.

A apreensão foi feita durante uma operação da Polícia Federal. As equipes cumpriram dois mandados de busca e apreensão e conseguiram localizar dois volumes do livro “Cartas do P. Antonio Vieyra da Companhia De Jesu”.

A obra foi furtada da biblioteca da UFRJ em 2016. O documento é datado da época do Brasil Colônia e reúne correspondências do português Padre Antônio Vieira, da Companhia de Jesus, divididas em dois volumes. O nome da operação, Cartas, é uma referência ao título do livro furtado.

Segundo as investigações da Polícia Federal, a obra estava sendo vendida por meio de leilão virtual com lance inicial de R$ 3.500.

Furtos de 303 livros raros

A Polícia Federal abriu inquérito para investigar o furto de 303 livros raros da Biblioteca Pedro Calmon. A suspeita é de que os furtos aconteceram aos poucos, durante o ano de 2016, no que foi considerado o maior crime do tipo já registrado no país.

G1 PB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here