Jogo de futebol amador tem paralisação forçada por boiada

122

Não foi rato, não foi gato e nem cachorro. Quem invadiu o campo dessa vez foi uma boiada. Durante uma disputa do Campeonato Amadorzão, no campo do Marcos Freire, Zona Leste de Porto Velho, mais de dez bois decidiram entrar no gramado para uma partida rápida. Os jogadores abriram o espaço para os novos atletas e deixaram o campo correndo.

Depois de alguns minutos, os animais cansaram do futebol e deixaram o local, incentivados pelos times que queriam definir o placar de uma vez. O resultado ficou em 2 a 0 para o Avaí, e o goleiro da equipe adversária colocou a culpa da derrota nos bois.

– A tourada invadiu o campo bem na hora que a gente estava indo para o contra-ataque – reclama o goleiro Ezequiel Rodrigues, que preferiu ficar com o protesto para si, para não ter que discutir com os invasores.

Eziel conta que a primeira reação dos atletas em campo foi sair correndo para bem longe dos animais. Teve gente que foi além e pulou o muro para se proteger.

– Eram bois bem grandes mesmo. Tinha uns 15 bois. Todo mundo saiu correndo e teve gente que até pulou o muro. Todo mundo ficou com medo, a cena foi surreal. A gente não sabia que tinha touros ali perto. Não teve um que ficou na posição – comenta o goleiro do Ajaro.

Boiada invade campo em partida de campeonato amador em Porto Velho (Foto: Marquinhos/ Arquivo pessoal)

Boiada invade campo em partida de campeonato amador em Porto Velho (Foto: Marquinhos/ Arquivo pessoal)

Para continuar a partida, Eziel conta que foi preciso esperar os bois se acalmarem. Depois que os invasores foram embora, ninguém arranjou coragem para descobrir de onde eles vieram, ou para onde foram.

– O bois ficaram bem no meio do campo. Depois da correria eles ficaram mais calmos, foi quando a gente conseguiu espantá-los e eles seguiram o rumo. Ninguém foi atrás deles não.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here