Haja emoção! Seleção de vôlei quase é eliminada do Pan, mas vira contra os EUA e está na semi

68

A seleção masculina de vôlei entrou para o jogo contra os Estados Unidos com a classificação para as semifinais praticamente garantida. Não era nem preciso vencer o jogo. Se ganhasse um set, o Brasil avançaria.

Pra melhorar, a equipe começou os dois primeiros sets muito melhor do que os americanos. Mas, no meio das parciais, o time parecia entrar em choque e simplesmente cometia erros atrás de erros permitindo a reação americana. Pressionada, a seleção reagiu e conseguiu não só vencer o terceiro set para garantir a classificação, mas também virar o jogo para 3 sets a 2 (23/25, 21/25, 25/17, 25/19, e 15/9) e terminar em primeiro no Grupo B. Os EUA estão fora da competição.

O jogo valendo vaga na final será contra Cuba, que terminou em segundo no Grupo B. A partida será neste sábado, às 20h30 (horário de Brasília). O Chile enfrenta a Argentina um pouco depois, às 22h30. Vencedores dos duelos fazem a decisão no domingo, às 23h. A medalha de bronze será disputa pelos perdedores das semis às 20h.

Destaques

Muito regular, Lucas Loh foi o grande destaque do lado do Brasil no início do jogo. O ponteiro era eficiente no ataque e no passe. Ele terminou a partida como maior pontuador, com 19 pontos. Kadu, que entrou no lugar de Rodriguinho, também teve muito boa atuação (15 pontos), assim como o líbero Rogerinho. Pelo lado americano, Kyle Ensing foi bem, ajudando muito na defesa e no ataque.