Ferrari estreia motor ainda mais potente na Bélgica para tentar bater RBR e alcançar Mercedes

79

Chefe da Ferrari, Mattia Binotto anunciou que a Ferrari apresentará uma nova versão de sua unidade de potência para a volta da temporada, na Bélgica. Segundo a estimativa da equipe, o motor terá 20 cavalos a mais, e a expectativa é a de a equipe brigar com força para alcançar a Mercedes, já que as pistas de Spa-Francorchamps e de Monza, palco do GP da Itália na semana seguinte, já eram favoráveis ao carro da Ferrari pela quantidade de retas.

Este ano, a equipe italiana ainda não venceu nenhuma corrida, e o modelo SF90 tem apresentado deficiências na aerodinâmica, principalmente nas curvas de baixa velocidade. Em apenas três das 12 etapas a Ferrari esteve perto de vencer: no Barein, Charles Leclerc teve problemas quando tinha a liderança controlada; no Canadá, Sebastian Vettel cruzou em primeiro mas foi punido; por fim, na Áustria, o monegasco liderava até quase o fim, mas foi superado por Max Verstappen (RBR).

Mattia Binotto lamenta mais um mau resultado da Ferrari em 2019 — Foto: Getty Images

Mattia Binotto lamenta mais um mau resultado da Ferrari em 2019 — Foto: Getty Images

– Desde o começo do ano não é como se eles tivessem sido rápidos em uma ou duas corridas, eles têm sido consistentemente muito rápidos, então tem sido um grande desafio para nós. Com a Ferrari, nada é impossível, estamos trabalhando muito e vamos estar pressionando até o final e tenho certeza que vamos pegá-los – comentou Leclerc.

A Ferrari é a vice-líder do Mundial de Construtores, mas está distantes 150 pontos atrás da líder disparada Mercedes. Entre os pilotos, Vettel e Leclerc estão apenas em quarto e quinto lugares, atrás de Max Verstappen (RBR-Honda).