Com nocaute, Robson Conceição vence sua oitava luta como profissional

150

Mais um passo em direção ao título mundial. Robson Conceição, de 29 anos, venceu por nocaute no terceiro round o equatoriano naturalizado americano Gavino Guaman em luta realizada em Oklahoma CIty, nos Estados Unidos, na noite deste sábado. Com o triunfo, o baiano ampliou sua invencibilidade como profissional para oito vitórias, das quais cinco por nocaute. Campeão olímpico em 2016, ele mira um cinturão de relevo no peso super pena (58,97kg).

Guaman, de 27 anos, tinha cinco vitórias e duas derrotas antes da luta disputada na Chesapeake Energy Arena. Desde o início, foi dominado pelo campeão olímpico, que se valeu da maior envergadura, currículo e qualidade técnica para ditar o ritmo. Os golpes do brasileiro geraram duas quedas do americano logo no primeiro round. A primeira, a 1min06 do fim. A outra, a 21s, fez com que o juiz abrisse contagem.

No segundo round, Robson manteve-se dono das ações e conseguiu derrubar o oponente duas vezes quase consecutivamente. Apanhado em uma sequência de golpes, sobretudo na região abdominal com intenção de atingir o fígado, Guaman foi salvo pelo gongo depois de ir à lona – novamente, o árbitro fez uma contagem.

Robson Conceição festeja triunfo com a bandeira brasileira (Foto: Mikey Williams/Top Rank)

Robson Conceição festeja triunfo com a bandeira brasileira (Foto: Mikey Williams/Top Rank)

Decorridos 53 segundos do terceiro round, o nocaute enfim se materializou. Com outra firme sequência com direita e um upper, Robson mandou ao chão novamente o americano, que não conseguiu se reerguer depois da contagem do árbitro. Sem ver condição de continuar o combate, o juiz optou por encerrar o combate. O baiano comemorou enrolado na bandeira brasileira.

Na reta final de preparação para enfrentar Guaman, Robson contou com uma ajuda especial. O baiano teve o time reforçado por Pedro Díaz, ex-técnico da seleção cubana de boxe e apontado como um dos melhores treinadores do mundo. Ele já trabalhou com Miguel Cotto e grandes nomes do MMA como Vitor Belfort e Rogério Minotouro.