Bolsonaro deverá ter alta médica em dez dias, diz porta-voz

262
(Brasília - DF, 25/01/2019) Pronunciamnto do Presidente da República, Jair Bolsonaro, sobre rompimento da barragem de Brumadinho - MG. Foto: Isac Nóbrega/PR

O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, disse nesta segunda (28) que o presidente Jair Bolsonaro deverá ter alta médica em dez dias.

Ele confirmou que Bolsonaro ficará em descanso total por 48 horas, retornando às atividades na quarta-feira (30) por volta das 10h. Neste período, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, exercerá a Presidência da República.

Rêgo Barros disse que a cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal ocorreu com “êxito” e que está “otimista” com a recuperação.

Segundo ele, acompanham o presidente os filhos Carlos, Eduardo e Renan, além da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Após sete horas de cirurgia, o presidente foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e se encontra “clinicamente estável, consciente, sem dor, recebendo medidas de suporte clínico, prevenção de infecção e de trombose venosa profunda”.

 Agência Brasil