Acumulando fracassos, futebol do RN chega ao 8º rebaixamento na década

37

Caminhando a passos largos para a insignificância nacional, o futebol do Rio Grande do Norte sofreu mais um duro golpe no último final de semana. Após empatar em casa contra o Sampaio Corrêa e ver o Treze-PB vencer o Confiança-SE, o ABC confirmou o seu rebaixamento para a Série D do Campeonato Brasileiro. Foi o oitavo descenso de clubes do RN em torneios nacionais desde 2010, número este que pode subir ainda este ano caso o Globo não consiga se manter na Série C no próximo final de semana.

Há cinco anos, quando ABC e América disputavam a Série B e chegaram, juntos, até as quartas de final da Copa do Brasil, nem o mais pessimista torcedor norte-rio-grandense acreditara que, em 2020, os dois mais tradicionais clubes potiguares estariam abraçados na última divisão do Campeonato Brasileiro, correndo sérios riscos de ficar sem calendário no segundo semestre de 2021 em caso de insucessos na Série D do ano que vem. Uma realidade dura, mas que precisa e será encarada pelas agremiações.

Sem incentivos, o futebol do Rio Grande do Norte agoniza. De 2010 pra cá, foram oito rebaixamentos envolvendo times potiguares. Naquele ano, o Alecrim caía da Série C para a Série D e o América descia da B para a C, dando início a derrocada. A lista começou a crescer três anos depois, em 2013, quando o Baraúnas caiu da C para a D. Em 2014, o América teve outro revés: caiu novamente da B para a C. Em 2015, foi o ABC que entrou para a contagem, caindo da B para a C.

No ano seguinte, o América marcou presença pela terceira vez no ranking, desta vez caindo da Série C para a Série D, divisão que tenta sair desde então, sempre sem sucesso. Em 2017, o ABC voltou a sentir o gosto amargo do rebaixamento, caindo da Série B para a C. E após um 2018 instável, onde quase foi rebaixado para a D, o Alvinegro repetiu as más exibições em 2019, desta vez sucumbindo na disputa pela permanência na terceira divisão do País.

A temporada de 2020 será a primeira vez em 15 anos que ABC e América voltarão a disputar, juntos, a última divisão do Campeonato Brasileiro. A última vez que isso ocorreu foi em 2005, na Série C. Naquela oportunidade, o ABC ficou pelo caminho na busca pelo acesso, enquanto que o América acabou a competição como segundo lugar, sagrando-se vice-campeão do torneio, ficando atrás apenas do Remo-PA.

Rebaixamentos do RN na década
2010 – Alecrim (C pra D) e América (B pra C)
2013 – Baraúnas (C pra D)
2014 – América (B pra C)
2015 – ABC (B pra C)
2016 – América (C pra D)
2017 – ABC (B pra C)
2019 – ABC (C pra D)